Outubro Rosa



Comusa assina início das obras de reservatório com capacidade de 3 milhões de litros

 

Os próximos dias serão de intenso movimento de máquinas e trabalhadores na Estação de Tratamento de Água (ETA) da Comusa Serviços de Água e Esgoto no bairro Rondônia. A autarquia assinou a ordem para o início das obras de construção de um novo reservatório de água tratada. Com ele, a capacidade será ampliada em 3 milhões de litros, garantindo o abastecimento mesmo em dias de alto consumo ou em momentos em que forem registrados problemas na captação de água bruta.

Serão investidos no projeto mais de R$ 1,7 milhão com recursos federais da Fundação Nacional da Saúde (Funasa). O processo licitatório da obra estava parado desde agosto de 2016, e o município corria o risco de perder os recursos. Desde o ano passado, no entanto, equipes da prefeitura e da Comusa vinham trabalhando conjuntamente na recuperação da verba. “Esse é um projeto importante para o futuro da cidade. Com esse novo reservatório vamos garantir um abastecimento ainda mais eficiente para as próximas décadas”, explica o diretor-geral da Comusa, Márcio Lüders.

Mesmo após a realização da licitação, em abril desse ano, a Comusa ainda corria riscos de perder os recursos. A empresa vencedora da concorrência desistiu de fazer o projeto, atrasando a obra, fazendo com que o órgão federal mais uma vez buscasse o bloqueio da verba. “Fizemos um trabalho de articulação em Brasília para ganharmos tempo de chamar a segunda colocada na licitação e iniciar as obras. Com as máquinas trabalhando iremos voltar à Funasa para comprovar que os recursos estão sendo aplicados”, explica Lüders.

Atualmente a Comusa tem capacidade de armazenar 25,685 milhões de litros de água. O novo reservatório eleva esse número para 28,685 milhões de litros, um incremento 11,7% na capacidade. Com isso, a autarquia melhora o abastecimento para toda a cidade, garantindo a distribuição de água no município mesmo em dias de alto consumo. “Tivemos uma situação de falta de energia na captação que fez com que a cidade ficasse desabastecida. Com o novo reservatório teremos mais autonomia para manter o fornecimento de água mesmo em casos como esse”, reforça o diretor-geral da Comusa. 

Equipe de engenharia e obras da Comusa assinam a ordem para o início da construção do reservatório

Notí­cia em 03/10/2018


© 2011-2013 COMUSA - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo
Todos os direitos reservados.

Av. Coronel Travassos, 287 CEP 93415-000 / Bairro: Rondônia / Novo Hamburgo/RS

www.twitter.com/comusanh www.facebook.com/comusanh