Estiagem não afetou captação e abastecimento de água da Comusa

 

Apesar de semanas de intenso calor desde o final de dezembro, Novo Hamburgo não está em situação de risco de desabastecimento devido ao nível do Rio dos Sinos. Mesmo antes das chuvas da semana passada, o nível do rio na captação da Comusa - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo, mesmo abaixo do normal, não chegou no nível crítico para prejudicar o abastecimento.

De acordo com o diretor-geral da autarquia, Márcio Lüders, o posicionamento da captação facilita o processo. “ Foi um investimento que fizemos em obras para buscar a água no leito do rio e que nos permite captar em níveis mais baixos. Mesmo antes das chuvas estávamos bem longe de uma situação crítica e, agora, o nível voltou à média”, comenta.

Mesmo sem um risco imediato, Lüders afirma que também cabe à população fazer a sua parte. “Lançamos em dezembro a campanha #FechaPraPreservar, um trabalho de conscientização para lembrar a comunidade que no verão, temos que evitar o desperdício de água tratada justamente para evitar uma necessidade de racionamento. São dicas simples que vão impactar a vida de todos e garantir o abastecimento”, destaca.

 

Reservação

O diretor-geral também lembra que uma das pautas que a Comusa levou ao Comitesinos é, justamente, a importância da reservação de águas. “Já é algo que está no 1º Plano de Bacia, de 2014, mas nunca foi colocado em prática. Precisamos implementar alguma solução para reservar a água em momentos de chuva e cheia para garantir não apenas em momentos de estiagem, mas também captar uma água bruta de melhor qualidade”, comenta. “Isso precisa ser colocado em prática. Estamos perdendo um tempo que não temos.”

 

Notí­cia em 09/01/2020


© 2011-2013 COMUSA - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo
Todos os direitos reservados.

Av. Coronel Travassos, 287 CEP 93415-000 / Bairro: Rondônia / Novo Hamburgo/RS

www.twitter.com/comusanh www.facebook.com/comusanh