Outubro Rosa



Comusa, Corsan e prefeitura de Novo Hamburgo terão grupo de trabalho para discutir dívida do município com a empresa estadual

A solução para um problema que acompanha Novo Hamburgo nos últimos 20 anos começa a ser desenhada. Na manhã desta sexta-feira, 4, uma reunião na Casa Civil do Governo do estabeleceu a criação de um grupo de trabalho conjunto que irá discutir as alternativas para que a dívida da prefeitura de Novo Hamburgo com a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) seja finalmente paga.

Os valores dizem respeito ao processo de municipalização da água, efetivado em 1998 e que gerou a criação da Comusa Serviços de Água e Esgoto. Desde então, o ressarcimento que o município deveria fazer à Corsan vem sendo discutido judicialmente, em um processo que chega à sua etapa final no Supremo Tribunal Federal.

“Este é um assunto que está na nossa pauta desde o primeiro dia de governo. É uma questão que se arrasta há mais de duas décadas e que coube à atual administração resolver. Estamos trabalhando para construir a melhor solução para este problema”, destaca a prefeita Fátima Daudt.

Participaram do encontro a prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, o diretor-geral da Comusa, Márcio Lüders, o assessor jurídico da Prefeitura, Ruy Noronha, diretor Geral da ACI de Novo Hamburgo, Marco Kirsch, o secretário-chefe da Casa Civil, Cleber Benvegnú, o secretário-chefe da Casa Civil adjunto, João Carlos Mocellin e Jorge Luiz Costa Melo, diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Corsan.

“Essa é uma dívida histórica. Já há determinação judicial de que o teremos de fazer esse enfrentamento. Por isso buscamos esse diálogo com o Governo do Estado e a Corsan, para encontrarmos uma solução conjunta”, ressalta Lüders.

Notí­cia em 07/05/2018


© 2011-2013 COMUSA - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo
Todos os direitos reservados.

Av. Coronel Travassos, 287 CEP 93415-000 / Bairro: Rondônia / Novo Hamburgo/RS

www.twitter.com/comusanh www.facebook.com/comusanh